JC

Olá irmão ...

Grato por estares a ler estas linhas.... é sinal que procuras algo... e que sentiste a ligação a uma verdade que também pode ser a tua!

Aqui encontrarás verdade ... sim a verdade que eu sou! 
Aqui encontrarás transparência, sobriedade e uma consciência espiritual muito realista.
Aqui encontrarás o abraço, o acolhimento, a aceitação plena .... porque eu já sou tudo isso.
Aqui encontrarás um amigo, uma mão que te pode levar a ti mesmo... sem reservas, intenções, sempre baseado no amor incondicional.
Aqui encontrarás algo diferente ... algo que te 'abanará' todos os teus conceitos ... algo que te fará 'levantar' a 'poeira' interior, para que possas perceber que já tens tudo o que precisas para SERES TU MESMO!

Eu sou apenas o teu reflexo... a tua possibilidade ...
Eu sou apenas alguém que se encontrou e teve a coragem de se assumir tal com é ...
Eu sou apenas o homem, a mulher, a sombra, a luz, a terra, o céu ... o TODO ... como TU ÉS!
Eu sou apenas o eterno aprendiz de mim mesmo ... que É e coloca em prática tudo o que acredita e sente!

Aqui não encontrarás técnicas e métodos comprovados... ou certificados seja por quem for - aqui encontrarás a essência de alguém que encontrou a Paz e o Amor.

.... talvez encontres aqui o teu porto de abrigo ... ou talvez sintas que ainda não é o momento ...

... seja como for, quero que saibas que estarei aqui SEMPRE!

Eu sou apenas o que acredito ser - antes de mim mesmo... antes de qualquer conceito ... sou livre... sou feliz... sou inteiro .... e fiel a mim mesmo!

Acredito que a única tarefa é SER ... porque foi ao SER que encontrie a Paz!
O meu papel é ajudar-te a criar condições para que TU MESMO...(e só assim pode ser) ... possas encontrar a FONTE que habita em TI!

Faças o que fizeres... andes por onde andares ... procures o que procurares ... a verdade é apenas uma:

- TUDO COMEÇA E TERMINA EM TI!

... a minha tarefa é, através do que sou, lembrar-te como podes tornar real essa consciência!


Cada momento, cada vivência, cada ser, cada pensamento, emoção ou comportamento é único!

Cada vez que me visitares olharei para ti e sentir-te-ei nesse exato momento... já não vou querer saber mais da tua história... ou do teu passado... vou querer 'pegar' no que és nesse exato momento.

E as possibilidades de atuação no que podes chamar 'tratamento' ou 'procedimento terapêutico' são infinitas. Tudo vai depender do que a minha sensibilidade me mostrar.

Seria muito fácil eu ser o 'transmissor' ou 'tradutor' de tudo o que o teu campo energético, alma, aura ou subconsciente manifesta... seria simples demais! Mas existe algo que desde o momento do despertar que me acompanha e acredito - TUDO COMEÇA E TERMINA EM CADA UM DE NÓS - ou seja, cada um é responsável por tudo o que acredita, vê, sente ou manifesta. E é graças a essa consciência que permaneço naquilo que acredito ser o meu CENTRO... fiel a mim mesmo, respeitando o meu e o teu espaço.

Porque se te dissesse tudo o que sentia na tua manifestação... ou te 'lê-se' em cada consulta ou tratamento ... não estaria a fazer nada mais nada menos do que, a criar o mecanismo que se encontra na base da dependência e da ilusão associada à ideia de que eu tenho determinados dons e poderes... tornando-te um 'discipulo'... um 'aprendiz' ou algo do género.

Na verdade e a base de todo o trabalho está relacionado com a consciência que é graças a ti que eu cresço e re-afirmo o que sou e acredito. Cada 'pedaço' da tua história, cada emoção, cada lembrança que manifestas... fará ressonância em todo o meu ser... e em gratidão e puro amor... desinteressadamente, olharei para ti.... com os olhos do coração... sem reservas, proteções ou limitações, permitindo-me SER contigo... para que possas sentir e perceber que podes SER comigo ... TU MESMO!

Deixo-te de seguida um pouco da minha história...

Nasci a 25 de Maio de 1974, às 23,40h, em Reguengos de Monsaraz, no alentejo.


Até aos 15 anos vivi num monte - Monte do Barrocal - onde o meu pai era o responsável.
Habituei-me a sentir a vida e a mãe terra de uma forma especial e única. Em criança costumava encostar os ouvidos à terra porque acreditava ouvir o coração da mãe terra. Cantava e falava com os animais. Desde sempre que via mais além e acreditava em algo maior - que até então apenas conhecia como Deus associado à religião católica.

Aos 16 anos vivi uma experiência traumática - sai para a rua acreditando que era Jesus. Sentia uma força de um amor profundo e uma saudade infinita no meu peito e uma vontade enorme de dizer a todas as pessoas que é possível amar!
Para alguns era como se uma entidade tivesse descido sobre mim...para outros eu estava a ficar louco ou andava a fumar alguma coisa. Para mim, era uma sensação de dualidade.
Falava de uma forma assertiva, num contexto semelhante ao papel de Jesus - espalhando a palavra e o amor. Sentia-me despojado de tudo e num estado ascensional elevado à consciência do amor divino supremo.
Naturalmente este episódio foi fruto de cansaço e de todas as situações emocionais familiares que vivia na altura. Com medicação desisti e desejei a morte. Durante cerca de 40 dias estive de cama esperando o momento de partir. No penúltimo dia, senti-me a sair do corpo, como se fosse puxado pela zona da cervical. Sou levado a um tubo afunilado e vejo-me em frente a uma parede castanha com milhares de simbolos ou carateres que pareciam brilhar ou evidenciar-se. Cada vez que observava um dos carateres, era como se entrasse dentro de uma consciência, presenciando imagens, ligações à minha vida, às minhas escolhas e vontades. Hoje eu posso dizer que esses carateres podem representar os códigos do meu A.D.N., ou então as memórias ancestrais dos Eu's que fazem parte do meu Eu atual.

Após essa experiência - que pode ter sido uma experiência quase morte, ou uma alteração de consciência devido à falta de alimento e/ou excesso de medicação - percebi que algo mais havia a fazer na vida e decidi controlar tudo o que sentia e recuperar-me. Após essa atitude, ficou apenas uma mensagem subtil, que surgia de vez em quando que, apesar de eu a guardar para mim, era como se tratasse de uma certeza que não poderia contornar ou alterar - sentia que ia morrer aos 33 anos. Relacionei com Jesus e preferi aceitar que estivesse a fazer ligações associadas ao meu estado de saúde.
Sempre amei a música, o movimento, a dança.
Desde muito cedo que a minha sensibilidade me 'empurra' para o contato com o próximo - seja através de palavras, toque ou conexão natural entre almas. Lembro-me que ainda não conhecia a música salsa como salsa, muito menos a sua origem, sempre que ouvia uma música associada ao ritmo o meu corpo fervilhava...as minhas células pareciam ganhar uma vida diferente...tudo parecia querer mover-se!

Desde miudo que dizia na brincadeira: 'quando crescer vou ser médico...vou tratar das pessoas!' Brincava com seringas e imitava os médicos a dar injeções.
Sai muito cedo de casa dos meus pais procurando o meu lugar ao sol em terras do algarve.
Vivi em Quarteira, Bensafrim, Lagos e Portimão.
Por lá estudei Gestão de Empresas (bacharelato), apesar do meu sonho estar ligado à saúde, este era o curso que estava mais acessível. Ao mesmo tempo trabalhava no Hospital Particular do Algarve, em Alvôr, como Responsável dos Auxiliares de Ação Médica. Além de toda a ocupação ainda me restava tempo para fazer um part time no laboratório de análises do hospital e sempre que possível era chamado a assistir a cirurgias, partos, onde desempenhava o papel de circulante (um papel que normalmente pertence ao enfermeiro).

Efetivo no trabalho, a vida praticamente organizada, senti um vazio e uma espécie de chamamento por algo mais profundo relacionado com a saúde. Sentia  o apelo pela medicina natural. O Shiatsu e a Acupuntura começavam a ser falados no Algarve, mas tudo muito superficial, o que me fez acreditar que em Lisboa encontraria esse novo mundo. Aproveitando a 'boleia' associado a uma situação emocional, deixei tudo para trás e mudei-me para Lisboa, começando do zero.
Comecei por trabalhar numa clinica que o Dr. Manuel Pinto Coelho tinha em Galamares em Sintra, no apoio a Toxicodependentes, como auxiliar. Mais tarde entrei para as clinicas do Dr Pedro Choy e acabei por entrar no Curso Superior de Acupuntura e Fitoterapia Chinesa.

Ao fim de algum tempo surgiu uma oportunidade para ir Coordenar uma equipa na Clinica em Forma, no Hotel Riviera em Carcavelos, do professor Rui Marques.
E como o caminho se faz caminhando, mantinha-me a estudar Acupuntura e começava a deitar o olho na àrea das massagens, enquanto me colocava a par de novas oportunidades ou algo que me preenchesse ainda mais.

Algum tempo depois tive a oportunidade de ir trabalhar para a Clinica de Cirurgia Plástica - Dr. José Mendia, onde estive cerca de 2 anos. Nessa clinica eu entrei como simples auxiliar, mais tarde comecei a fazer a gestão financeira e finalmente a assitir às cirugias, o que acabou por me preencher todo o tempo na clinica.
Durante cerca de dois anos fiz o papel de Instrumentista, papel que normalmente era atribuido ao enfermeiro. Apesar de não ter formação para exercer a atividade, o respeito e o tratamento por parte de todos os paramédicos era como se a tivesse, tendo em conta a forma harmoniosa como eu desenvolvia o trabalho. Era como o conhecimento surgisse naturalmente em cada cirurgia. A minha postura e a forma como me entregava à função revelava uma espécie de memória escondida ou adormecida, que lentamente tive de refrear, devido à responsabilidade de toda a situação.
Durante esse período, tive experiências muito intensas do ponto de vista do tratamento humano e percebi que muito mais do que todo o trabalho técnico, o que a minha alma realmente procurava era uma frequência diferente....uma frequência mais além da mente...algo espiritual.
Por vários motivos, decidi deixar a clinica, apenas acreditava que se sentia que algo mais existia, então deveria continuar a caminhar nesse sentido. Iria deixar para trás um salário de aproximadamente 3000€, um trabalho que amava fazer, mas que se tinha tornado demasiado esgotante e não restando tempo nenhum para investir na àrea das medicinas naturais, que era o meu objetivo principal.

Tendo em conta que tinha como prioridade arranjar forma de trabalhar e continuar a estudar, a melhor opção levou-me até uma empresa de contabilidade - Ultraconta - em Paço de Arcos, num horário de escritório e a ganhar cerca de 450€ mensais. Incrivelmente, foi a partir dessa altura, em que tinha menos dinheiro, mas mais tempo que iniciei os cursos de massagem no Instituto de Medicina Tradicional (IMT) em Lisboa.
Os cursos que tirei:
» Curso Drenagem Linfática Manual
» Curso de Massagem Terapêutica
» Curso de Shiatsu
» Curso de Reflexologia

Após ter o que pretendia, voltei a procurar um trabalho que desse para conjugar ou relacionado à saúde. Encontrei a Clinica do Poço Novo, do Dr. Carlos Santos em Cascais. Lá desempenhei a função de recepcionista e responsável administrativo, ao mesmo tempo que começava a fazer massagens nos tempos livres em hotéis e ao domicilio.
Sensivelmente um ano mais tarde - 2006 - surge a oportunidade de ficar com um gabinete da Cruz Vermelha Portuguesa, (núcleo da Parede), onde começo a realizar as minhas terapias. Dou o salto para a independência e entrego-me ao trabalho por conta própria.
Além disso sou convidado a fazer parte da rede VIP CLINIC, através de uma paciente que tratei quando trabalhava em cirurgia plástica.

Nessa altura, devido a tanta transformação e satisfação a nivel de realização pessoal e profissional, a minha essência começou a revelar-se como em criança, fazendo com que toda a minha sensibilidade psíquica se manifestasse.
O 1º caso foi quando estava a fazer drenagem a uma Srª na Amadora. Ao tocar-lhe surgiam-me imagens que sabia não serem minhas e ao mesmo tempo sentia-me com vontade de esclarecer. Ao desensevolver conversa com a paciente que acabava de conhecer, percebi que tudo correspondia a um episódio que ela tinha vivido recentemente. Fiquei apavorado, assustado e em silêncio percebi que mais um ciclo iria iniciar.

Comecei a observar-me e a tentar perceber a origem e o propósito de tudo o que estava a sentir. Nessa altura já sabia que tudo começava em mim, por isso resolvi isolar-me durante algumas horas num quarto,  fechar os olhos, respirar, observar a respiração e tentar sentir algo mais profundo. Após algumas tentativas, em que parava de respirar...para sentir a importância da respiração...fiz este raciocinio 'se o nariz cheira e a boca fala, então o ar pode entrar pelo nariz e poderá sair pela boca'. Ao fazê-lo durante uns minutos comecei a sentir uma sensação que chamo de sensação orgásmica - em que o tudo se funde com o nada - e as lágrimas corriam - tinha descoberto algo ainda maior - a forma como lidar com o mecanismo que me poderia levar à fonte!
A partir dessa altura, percebi que deveria começar a praticar meditação. Tendo em conta a minha indisciplina, convidei outras pessoas para o fazer comigo e assim comecei a meditar. Foi nessa altura que as pessoas me começavam a chamar Francisco de uma forma natural e espontânea. Sentia algo familiar com o nome, mas já estava na consciência que a resposta tem o seu tempo, portanto um dia haveria de saber.

Mais um ciclo havia iniciado. Além das terapias, começava a entregar-me cada vez mais ao trabalho da Alma. Mas havia um problema - faltava apenas um ano para os meus 33 anos e apesar de estar tranquilo, feliz e realizado, isso parecia dar-me uma espécie de comichão interna muito subtil, pela sensação de certeza associada à possibilidade de morte naquela idade.
Dia 2 de Maio de 2007 viajo para Cuba. Durante cerca de 22 dias estive no campo, com o povo cubano,  passando as mesmas necessidades que eles. Vivendo na mesma simplicidade e naturalidade. Um povo que não conhece um cartão bancário, um telemovel, roupas de marca, apetrechos ou acessórios de beleza e são as pessoas mais autênticas que já conheci.
Sempre acreditei que algures no mundo existia um grupo de pessoas que correspondesse à minha frequência, na simplicidade e na autenticidade de ser e em Cuba encontrei esse grupo de pessoas. Pessoas que SÃO apenas!! E eis que além de tudo o que é simples e natural nesse povo, surge algo ainda mais natural - pela 1ª vez na história da minha vida, algo que eu estava acostumado a fazer aos outros desde que me conheço - cerca de 30 pessoas dos montes e terras vizinhas juntam-se e  fazem-me uma festa surpresa pelos meus 33 anos. Senti-me amado, ao colo, acarinhado e sobretudo em casa!
Só por si a experiência já me tinha transformado, mas como se não bastasse, para dar o 'toque' final, visitei uma mãe de santo dois dias após o meu aniversário, onde ela me disse algo do género - 'você tem um brilho muito branco à sua volta...pertence a um congo que viveu em tempos no Haiti...é uma vida do Francisco...' e continuava falando. Quando a srª falou, tudo parecia conjugar-se. Uma lágrima caiu... eu era aquela lágrima. Tudo parava e numa fração de milésimos de segundos tudo fazia sentido - a forma como dançava salsa desde miudo, o reconhecimento pelo povo cubano e pelo cheiro da terra de cuba (proximidade ao Haiti) e talvez o ponto principal - o nome Francisco, agora sabia a ligação!
Tudo isso me provocou o que eu chamo de renascimento - na verdade eu morri para renascer ainda mais inteiro! Desde essa altura conheci o acesso à paz e ao amor, através da aprendizagem vivida - bastava apenas ser fiel a mim mesmo!

Foi então que comecei a sentir o resultado do trabalho realizado na meditação.
A partir dessa altura, começo a desenvolver-me na àrea do desenvolvimento pessoal e espiritual até alcançar a consciência do que sou hoje!
Criei o 1º Curso - Energia Universal, ainda no ano de 2007.
Iniciei o percurso na realização de Seminários, Palestras e Workshops, pouco tempo depois, desenvolvendo temas associados à minha própria evolução em tempo real.

Já realizei seminários e palestras sobre os seguintes temas:
» Inteligência Emocional
» Inteligência Espiritual
» O poder da mente
» Lei da Atração
» Energia Universal - Chacras e Aura
» Cura do EU
» O poder do coração
» O Ego e a Essência
» Renascimento
» Ensinamentos de Jesus
» Códigos da Alma
» Meditação
» Relacionamentos
» Realidade do Eu
» Gestão de Stress
» Como evitar preocupações
» Reencarnação
» Vidas Passadas
» Contato com o Além
» O mundo paranormal
» Sucesso, Alquimia e Felicidade
» Motivação e Realização Pessoal
» Prosperidade
» Focalização e Ação
...

Posteriormente criei outros cursos e fui caminhando sempre na consciência que tudo o que fazia estava a fazer para mim! Além de todo este trabalho, as terapias mantiveram-se sempre presentes ocupando o lugar discreto mas presentes, de forma a nunca perder a ligação ao trabalho realizado.
Como resultado e o que está acontecer atualmente, houve uma fusão entre o trabalho da alma e o trabalho do corpo, dando origem a trabalhos mais completos e mais inteiros. Na união entre a massagem através do toque e a meditação, descobri que vamos ainda mais além da própria consciência do EU. É como se finalmente exergássemos a estrada que nos leva de volta a casa!
Neste contexto surgiu a Massagem Shikin, e a Massagem da Alma, que englobam técnicas de todas as outras terapias e a meditação associada à consciência EU SOU!
E naturalmente, ao realizar todas estas associações, temos a possibilidade de começar a perceber algo sobre o Tantra ou Sexualidade Sagrada.
Optei por contar o meu percurso desta forma, porque tenho a certeza que ao ler irá identificar partes semelhantes a experiências que viveu.
Não é um DOM, uma sensibilidade ou sermos Médiuns sensitivos que nos faz diferentes...porque dom todos temos, médiuns todos somos! O que nos faz diferentes é assumir humildemente a responsabilidade da nossa existência em nós mesmos!

Eu apenas aprendi a amar-me e a ser fiel a mim mesmo - libertando todas as minhas capacidades sensitivas para um pleno funcionamento em tempo real...e é só isso!
Qualquer questão, proposta, ideia associada a este trabalho por favor entre em contato comigo.
Estou disponível para projetos associados a pessoas carenciadas, crianças, idosos, associações, escolas, hospitais.

Dentro do voluntariado realizei meditação na Prisão de Caxias durante cerca de 6 meses.
Não só no mundo das terapias, tudo o que envolve o trabalho do EU e isso é SEMPRE em cada momento, em cada segundo, em cada atitude ou comportamento, devemos permitir-nos SER na consciência que tudo começa e termina em cada um de nós, e que o coletivo depende dessa consciência para a harmonia e paz no mundo!

Amor e Paz
JC

Mensagens populares deste blogue

Ate já Monte da Fonte

O Retorno à Origem Primordial

Cegueira ou estupidez natural?